Virando a página

virando

A violência doméstica é uma epidemia mundial. Em qualquer parte do planeta são comuns os relatos de mulheres sendo vitimadas por parceiros ou ex-parceiros, ou até mesmo pais e filhos. Não somente a frequência é alta como a reincidência beira o mesmo patamar.

A Lei Maria da Penha representou um avanço expressivo na luta pelos direitos da mulher, porém, não é totalmente eficaz para prevenir recorrência de violência doméstica.

Diversas linhas de estudo entram em comum acordo de que a violência contra a mulher é resultante de uma forte cultura machista que se inicia desde o começo da criação dos futuros agressores.

Tendo em vista a ineficácia de uma punição legal contra agressores que, em muitos dos casos retornam ao lar e repetem a agressão, a ASF Brasil verificou uma lacuna nas estratégias de erradicação desse tipo de crime: o tratamento do agressor.

Objetiva-se, com o presente projeto, atuar na raiz do problema, visando uma mudança de mentalidade e atitude por parte do agressor para garantir a ele e principalmente à vítima uma prevenção real de novos episódios agressivos.

A execução do projeto consiste em formação de grupos de apoio onde os participantes possam trocar experiências com o auxílio de um profissional de psicologia, em um processo de autoconhecimento fundamental para uma mudança real na sua visão de mundo e de consideração com as mulheres.

O grupo de apoio funciona na cidade de Vacaria (RS) e recebe participantes voluntários ou encaminhados pelo poder judiciário.

Conheça o projeto aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s